segunda-feira, 17 de abril de 2017

Saúde mental vs Crise

Matéria publicado no site NewScientist, apresenta pesquisa realizada pelo Centro para Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, que  liga um alerta para o Brasil.

   

Como consequência da crise que estamos passando, uma legião de brasileiros com problemas de saúde mental deve seguir o mesmo caminho observado nos EUA, com o agravante que o sistema de saúde brasileiro não está preparado.


O estudo publicado no site NewScientist, da conta que os americanos estão experimentando sofrimento psicológico sério em números mais elevados do que nunca. Mais de 8 milhões de adultos nos EUA entre as idades de 18 e 64 têm problemas de saúde mental - que é 3,4 por cento da população do país.


O estudo os dados da pesquisa de 200.000 entrevistados entre 2006 e 2014, revelou que esta condição era mais prevalente em mulheres do que em homens, em adultos de meia-idade versus adultos mais jovens e em hispânicos e Negros versus pessoas brancas.


O estudo revela ainda que a recessão de 2007 a meados de 2009 pode ter contribuído para o aumento da doença mental e as consequências financeiras teriam sido mais duras para aqueles que mais precisam de cuidados de saúde.


O mais alarmante é a afirmação que "As pessoas com doença mental ficaram para trás". "Há uma geração de adultos de meia-idade que realmente estão sofrendo agora e se as políticas mudarem, se aumentarem o acesso aos cuidados de saúde mental e aumentarem a cobertura para os cuidados de saúde mental, poderá  salvar a próxima geração".


As descobertas do estudo também poderiam ajudar a explicar por que a taxa de suicídio dos EUA está em um máximo de 30 anos.


FONTE:  NewScientist.com 

👉https://www.newscientist.com/article/2127967-more-than-8-million-people-in-the-us-have-mental-health-problems/


Nenhum comentário:

Postar um comentário